Benignidade e Misericórdia do Senhor

Lamentações 3:22-24

“As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim;
Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade.
A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto esperarei nele.”

Após uma dura experiência do povo de Israel, quanto ao cerco Babilônico, Jeremias lamenta e chora amargamente.

A nação humilhada, vencida, porque Deus não a ajudou na hora da angustia.

O motivo do desprezo de Deus foi o pecado, Idolatria, Imoralidade, maldade e etc.

Apesar de Tudo isto, o profeta Jeremias acalma o povo, com uma mensagem que no fundo quer dizer nem tudo está perdido.

Há esperança para Israel.

O que passou, passou e já não é mais uma advertência, é agora um fato consumado.

  1. Deus é bom – A primeira coisa a fazer é lembrar que Deus é bom e que a sua benignidade nunca acaba.
  2. Deus é misericordioso – As misericórdias do Senhor duram para sempre, não tem fim.
  3. Deus é fiel – A fidelidade do Senhor é grande, por mais que a humanidade se aparte dele com seus pecados, Deus permanece fiel.

 

Conclusão:

Este é o Deus a quem servimos, é o Deus que nos adotou como filhos, nós, pecadores arrependidos, através do seu filho unigênito, Jesus Cristo, aquele que deu sua vida na cruz, para que hoje tenhamos vida, e vida em abundancia.

Honremos este titulo o mais precioso de todos, ser chamado filhos de Deus

 

Pr. José Aparecido, servo de Jesus Cristo