2 Timóteo 1:1-5

O fato de Paulo se dirigir a Timóteo como a um filho, demonstra o amor, o zelo e sensibilidade de Paulo na condução da obra.

Alguns o tem como um homem duro e severo pela forma firme na hora de corrigir, em alguns momentos bem humorado pelas ironias, neste prefácio como em alguns momentos, um homem sensível e emotivo também, todas características comuns a um homem, salvo por Cristo e comprometido com a sua obra.

Nesta carta da várias instruções ao jovem pastor, no exercício do seu ministério com recomendações importantes quanto as falsas doutrinas, também o perfil desejável do ministro de Cristo, o cuidado com a apostasia dos últimos dias, e recomenda a Timóteo manter-se fiel no que aprendeu, e ensinar os crentes a permanecerem fiéis no exercício do seu ministério. Principalmente exercer o seu ministério com amor que procede de coração puro, e de boa consciência e de fé, porque os que se desviam destas coisas, ficam perdidos, mesmo sendo eloquentes, são vazios pretendendo se passar por mestres, porém na verdade não compreendem o que dizem, nem os assuntos sobre os quais fazem ousadas asseverações, criadores de regras, preceitos e mais preceitos, que causam mais confusão do que organização.

Que Deus nos livre e guarde.

 

 

Pr. José Aparecido, servo de Jesus Cristo